QUALIDADE DO MEIO-AMBIENTE E FALHAS DE MERCADO

Francisco de Sousa Ramos

Resumo


O objetivo deste trabalho é o de caracterizar a qualidade do meio-ambiente como um bem econômico que tem as particularidades de um bem publico e de uma externalidade. A partir desta constatação, enuncia-se uma série de instrumentos corretivos que permitem obter a eficiência alocativa. A abordagem se refere aos problemas ambientais de uma forma geral, mas é centralizada sobre a qualidade da água. A seção II explicita os aspectos quantitativos e qualitativos do recurso água. Na seção seguinte se caracteriza uma externalidade e um bem público. Esta seção mostra que a qualidade da água apresenta estas características, as quais são fontes de falhas de mercado, como especificado na seção IV. Esta constatação conduz a enunciar na seção V os instrumentos destinados a corrigir tais falhas no quadro dos problemas de qualidade do meio-ambiente.

Palavras-chave


Bem público. Externalidades e falhas de mercado.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10522



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456