PERSPECTIVAS DA ECONOMIA DO NORDESTE NA DÉCADA DE NOVENTA

Liana Maria da Frota Carleial

Resumo


A questão regional nordestina sempre esteve colocada para o Estado e, dificilmente, perderá, nos próximos anos, essa vinculação. A população rural do Nordeste deverá passar de 45% do total da população trabalhadora do País (1987) para 56% no fim da década de noventa. A questão agrária tem, pois, um peso importante na questão regional. Novos investimentos de infra-estrutura e a ação no sentido de complementação do parque produtivo local, a fim de internalizar na Região os efeitos positivos do crescimento, não podem ficar dissociados das questões agrícola e agrária.

Palavras-chave


Economia do Nordeste. Década de noventa.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10356



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456