Processos de governamentalização e a atualidade educacional: novas modulações normativas

Cintya Regina Ribeiro, Julio Groppa Aquino

Resumo


O presente artigo propõe-se a demarcar a necessidade de problematização, no domínio da pesquisa educacional, de certas abordagens de matriz foucaultiana circunscritas à descrição dos efeitos do poder disciplinar nas práticas escolares, em favor de um giro analítico englobador que se volte precisamente para os processos de governamentalização aí em curso. Contemplando quatro pesquisas levadas a cabo junto à Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, a discussão aponta para o fato de que as práticas escolares contemporâneas têm operado deslocamentos múltiplos em relação à variabilidade do espectro normalizador das ações escolares, conjugando tecnologias pedagógicas e psicológicas de modo a promover uma articulação psicologizante entre as práticas de si e os acontecimentos escolares cotidianos.


Palavras-chave


Governamentalidade. Processos de governamentalização. Normalização. Psicologização

Texto completo:

PDF


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

 

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo