Ressonâncias de Ambivalência e Resistência em uma Sala de Aula

Leonidas Roberto Taschetto

Resumo


O objetivo deste artigo é mostrar como alunos-policiais de um curso de atualização profissional focado em mudanças atitudinais significam a sua profissão e o curso de que participam como alunos, diante de uma política educacional para a segurança pública fundamentada nos Direitos Humanos e nos acordos e tratados internacionais sobre o uso da força e da arma de fogo. O procedimento adotado para atingir tal objetivo consistiu em analisar as enunciações formuladas pelos alunos policiais durante o percurso do curso, levando-se em consideração o arsenal teórico-metodológico de Michel Pêcheux, Michel Foucault e Homi K. Bhabha. Os resultados da análise das enunciações dos alunos-policiais apontam ora para um sentido de ambivalência, ora para um sentido de resistência diante das mudanças pretendidas pelo governo através do curso e de seu enfoque.

Palavras-chave


Formação e Atualização de Policiais. Ambivalência. Resistência. Análise de Discurso.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

 

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo