O NÃO DE RAIMUNDO SILVA: A PESQUISA NARRATIVA COMO ALTERNATIVA TEÓRICO-METODOLÓGICA PARA ENFRENTAR O CERCO IMPOSTO PELAS POLÍTICAS EDUCATIVAS DO TEMPO PRESENTE

Rodrigo Alberto Lopes, Elisandro Schultz Wittizorecki, Vicente Molina Neto

Resumo


Neste artigo apresentamos a pesquisa narrativa como uma estratégia teórico-metodológica que, ao mesmo tempo, valoriza o conhecimento dos professores de Educação Física, e os fortalecem na luta contra os desígnios das políticas educativas em formulação no país ao longo do último ano, em especial a MP 746/2016 - “Novo Ensino Médio”. Como contraponto, defendemos metaforicamente a formulação de narrativas do não, inspiradas na atitude do revisor de livros Raimundo Silva, personagem do romance “História do Cerco de Lisboa”, do escritor José Saramago, que, em seu trabalho, acrescenta um não ao convite feito pelos clérigos portugueses aos cruzados para que os auxiliassem a tomar a cidade do domínio dos “mouros”. Para nós, na produção de narrativas alternativas a dominante, sustentadas nas experiências do professorado, residem possibilidades para abrir a história (GAGNEBIN, 2013), reinventado e complexificando conhecimentos, criando alternativas locais e marginais ao “cerco” imposto pelas recentes políticas educativas.


Palavras-chave


Narração. Docentes. História.

Texto completo:

PDF-POR


 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
Telefone: 51 33085882 | Fax: 51 33085811
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio