INCIDÊNCIA DOS JOGOS COOPERATIVOS NAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS

Juan Andueza, Pere Lavega

Resumo


Este estudo teve como objetivo identificar os efeitos de uma unidade programática (UP) de jogos cooperativos, sobre díades (aceitação e rejeição) e as características do grupo. A metodologia foi a pesquisa-ação; participaram 78 alunos de 7-9 anos (M = 8,3, DP = 0,33), 38 meninos (48,7%) e 40 meninas (51,3%). No início e no fim da UP foi aplicado um questionário sociométrico para identificar díades reais de escolha e rejeição, e as dinâmicas de grupo (Índice de coesão do grupo: ICG eo Índice de dissociação do grupo: IDG). Os resultados mostraram que os jogos cooperativos proporcionaram um aumento de díades de aceitação, especialmente em mulheres, e rejeição nos homens; também aumentou o ICG e IDG, e diminuiu o número de estudantes isolados. Este programa pode ser útil para fortalecer a dinâmica intra-grupo e compactar o grupo.

Palavras-chave


Educação física. Pesquisa-ação. Aceitação. Integração escolar



 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
Telefone: 51 33085882 | Fax: 51 33085811
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 


 

         

 

SCImago Journal & Country Rank