O SACRIFÍCIO ENTRE O ESPORTE E A CLASSE SOCIAL EM UMA EQUIPE DE NADADORES MÁSTER

Julia Hang

Resumo


O presente artigo se propõe a analisar os diversos sentidos que um grupo de nadadores máster concede à noção nativa de sacrifício e os modos em que através dela se configuram moralidades e práticas específicas. Buscar-se-á aprofundar a especificidade do caso da natação máster, em que as representações se encontram permeadas não apenas pelas dimensões econômicas e corporais, mas também pela dimensão etária, que exerce um papel fundamental. Será dada especial atenção à maneira como, a partir do trabalho e do esforço corporal, os nadadores incorporam uma ética do sacrifício que dá conta de um universo moral particular. Nesse universo se constroem fronteiras simbólicas e distinções sociais que nos permitirão perguntar pelo modo em que o sacrifício opera como particularidade de classe na prática esportiva desse grupo particular.

 


Palavras-chave


Sacrifício. Classe social. Esportes. Natação.



 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
Telefone: 51 33085882 | Fax: 51 33085811
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 


 

         

 

SCImago Journal & Country Rank